V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Professor Estélio Dantas apresenta publicações na área da Saúde

O renomado pesquisador tem grande experiência na área de Educação Física com destaque para o emagrecimento, envelhecimento e qualidade de vida

às 11h15
Com mais de 20 livros publicados ao longo de sua carreira acadêmica, o professor doutor Estélio Dantas lança mais uma obra, além de participar de três capítulos em livro internacional. Ao total são 28 livros, diversos no exterior, 57 capítulos em publicações e 507 artigos na íntegra em periódicos científicos.
Compartilhe:

O mais recente livro do pesquisador, que realiza estudos com idosos há mais de 20 anos, é denominado “Bases de treinamento esportivo para idosos: procedimentos de avaliação”, publicado na Espanha no final do ano passado. A obra faz uma abordagem atual e específica para a avaliação funcional de pessoas idosas. A avaliação é a base para a prescrição de exercícios e a periodização do treinamento de acordo com os diferentes objetivos a serem alcançados.

“No livro, abordamos a problemática do idoso e tratamos o paradigma de treiná-lo com mais força, além dos instrumentos de avaliação que utilizamos no Masterfitts, projeto desenvolvido na Universidade Tiradentes. Colocamos na publicação o que existe de mais moderno para que a população mundial tenha conhecimento”, comenta o professor Estélio. O livro já foi editado em português e agora publicado em espanhol.

“A Espanha tem interesse em nossa metodologia, e o livro sai com o intuito de compartilhar esses ensinamentos e colocar os profissionais de lá também atuando dessa forma e que utilizem nossa tecnologia”, acrescenta o pesquisador. O livro apresenta as expectativas de vida no mundo e na Espanha, demonstrando as estatísticas sobre um envelhecimento populacional muito rápido. Variáveis como a flexibilidade e o equilíbrio para os idosos também são discutidas na publicação.

Além da obra, o pesquisador publicou capítulos no livro “Movimento 2018: Cérebro, Corpo e Cognição”. A publicação em inglês é baseada na conferência sobre “Movimento e Cognição”, realizada em julho de 2018 na Harvard Medical School, em Boston. No evento foi ofertada uma oportunidade para pesquisadores e profissionais de várias disciplinas compartilharem seus conhecimentos e experiências. Nesse livro, estão contidos todos os resumos relevantes da conferência. São 280 capítulos, dentre eles três de projetos desenvolvidos na Universidade Tiradentes.

“Identificamos as pesquisas de ponta que estão sendo realizadas em laboratórios e estimulamos a publicação em revistas de alto impacto. É importante dar o acesso ao estudante e profissional que atua em instituições de ensino, por meio de artigos, e também popularizar a ciência com a publicação de livros”, enfatiza Estélio.

Por também atuar no Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente (PSA) da Unit, o docente trabalha com professores e estudantes de diversas áreas como Psicologia, Nutrição, Medicina e outras. “O PSA é um programa interdisciplinar, então o Laboratório de Biociências da Motricidade Humana, por meio dessa interação com profissionais de várias áreas, consegue se destacar em suas pesquisas”, afirma.

Os capítulos apresentam trabalhos relacionados à técnica da dermatoglifia, método de análise de impressões digitais, que possibilita a detecção de indivíduos superdotados, projeto da coordenadora do curso de Psicologia, professora Angélica Piovesan; com coautoria de Michael Dougles, mestrando do PSA; além da pesquisa sobre neuromodulação, do coordenador do curso de Medicina, professor Richard Halti; e, por fim, estudos com pacientes com AIDS e o nível de estresse, avaliando o condicionamento físico. 

“Colocamos nossos estudantes em destaque com os maiores nomes da neurociência do mundo. Eles já saem do mercado com um diferencial que é ter o nome em uma publicação de altíssimo impacto”, considera.

O pesquisador é referência na área de Educação Física, com ênfase em Esporte, Atividade Física, Performance e Saúde, atuando em temáticas como treinamento esportivo, flexibilidade, força, emagrecimento, envelhecimento, saúde e qualidade de vida. Doutor Estélio já registrou duas patentes e formou 50 doutores, 131 mestres, além da supervisão de sete pós-doutorados. Atualmente é docente nos cursos de Educação Física e Medicina e professor do Programa de Pós-Graduação em Saúde e Ambiente da Universidade Tiradentes.

Compartilhe: