V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Publicidade e voluntariado

Profissionais viajaram por cinco países realizando trabalhos publicitários voluntários e falaram sobre suas experiências durante palestra realizada na Semex

às 18h42
A 10ª Semana de Extensão da Universidade Tiradentes chegou ao fim na sexta-feira, 15, após uma longa programação com mais de 200 palestras e 100 minicursos. No último dia do evento, o auditório Padre Melo, localizado no bloco D do campus Aracaju Farolândia, recebeu um casal de publicitários que ministrou palestra sobre publicidade com responsabilidade social. Luma Pinto é formada em Publicidade e Propaganda pela Unit. Eduardo Melo, formado pelo Instituto Baiano de Ensino Superior – IBES – e especialista em marketing pela Universidade Salvador – Unifacs. Juntos, apresentaram o inovador projeto que une a publicidade com voluntariado para instituições carentes em países diferentes.
Compartilhe:

O casal de mochileiros partiu rumo aos Estados Unidos em 2015 com o projeto ainda no papel. No país, tiveram a sorte ou destino de encontrar uma organização não governamental que os motivou a darem início ao projeto intitulado “Bem Trilhado”. Engajado, o casal trouxe uma mensagem peculiar para os alunos do curso de Publicidade e Propaganda. Segundo Eduardo, durante a palestra, o objetivo foi mostrar, por meio dos seus projetos e vivência, o quanto os estudantes podem disponibilizar tempo para se dedicarem a trabalhos sociais dentro da própria área.

“Nós somos duas pessoas independentes que juntos conseguimos deixar um legado para cada instituição ao qual nos envolvemos. O Bem Trilhado foi uma excelente experiência profissional para nós porque podemos emprestar nossas habilidades e conhecimentos, para fazer, por exemplo, o que jamais imaginávamos dentro do âmbito de agências de comunicação especifica”, ressalta Edu.

A publicitária revelou que o projeto surgiu durante um intercâmbio profissional ao qual fez ao lado do namorado. “Quando acabou, ficamos com a sensação que não podíamos parar ali. Queríamos fazer um pouco mais, viajar, conhecer culturas e também deixar uma marca. Então, começamos a pesquisar e, utilizando nossas habilidades profissionais, realizamos ações para diversas ONGs”, disse Luma.

Os publicitários visitaram os EUA, Panamá, Colômbia, Equador e Peru. Em cada país foi possível trabalhar com pelo menos uma instituição. “O interessante é que nós percebemos que em cada país a publicidade é feita de forma diferente, então, muitas vezes, tivemos que adaptar a publicidade que aprendemos no Brasil com a cultura de cada local”, acrescentou Luma durante palestra.

Além de realizarem ações publicitárias, como a criação de folders para as organizações, sempre com conteúdos de longa duração, eles também conseguiram produzir produtos sociais que ajudaram às instituições a chamar atenção do público. No Peru, conseguiram parceria com uma instituição ambiental e puderam criar um jogo de tabuleiro com a representação da sustentabilidade para captar atenção de adolescentes.

Para os alunos de Publicidade e Propaganda da Unit, foi uma excelente oportunidade de conhecer trabalhos voluntários que deram certo e a forma como podem aplicar seus conhecimentos profissionais dessa forma. “Achei muito interessante a iniciativa de ajudar as instituições carentes com o eles sabem fazer. A parte do capitalismo social me chamou atenção, que você usa o recurso da marca e consequentemente consegue ganhar uma boa visibilidade”, conclui o estudante Heráclito Rolemberg.

Compartilhe: