V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Qual a relação entre ansiedade e lesões bucais, má higienização e bruxismo?

A má higiene bucal é uma das grandes responsáveis pelas doenças que surgem na boca, mas problemas emocionais.

às 15h02
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

Além do desconforto psíquico, o transtorno de ansiedade pode interferir na integridade física do indivíduo. Os prejuízos mais comuns são as lesões bucais, bruxismo e o estresse associado à má higienização. Isso tudo porque a pessoa acometida por esse transtorno muitas vezes não consegue realizar atividades rotineiras como escovar os dentes e tomar banho corretamente.

Começar a esquecer de si mesmo, de escolher uma roupa nova, um acessório  novo e deixar de fazer coisas que dão prazer, como ler um livro, levantar sem ânimo e relaxar com os cuidados pessoais são sintomas claros de problemas emocionais. A má higiene bucal é uma das grandes responsáveis pelas doenças que surgem na boca, mas problemas emocionais, como o estresse e a ansiedade, também podem prejudicar a saúde oral. 

A variação incontrolável das emoções deixa o organismo mais vulnerável a inflamações, inflamações e doenças no geral. Como o corpo libera hormônios descontroladamente, a exemplo do cortisol e da adrenalina, afeta o sistema imunológico e reduz as defesas do organismo. 

Por conta do estresse, podem surgir aftas, herpes labial, boca seca, cáries, gengivite e bruxismo. A tensão diária causada pela ansiedade provoca dores na cabeça, face e mandíbula, além do amolecimento e desgaste nos dentes.

Para corrigir problemas como esses é importante procurar um psicólogo e/ou psiquiatra para a indicação do tratamento adequado em relação ao transtorno de ansiedade. Além disso, é importante ter o acompanhamento de um profissional dentista para a indicação da melhor forma para reparar os problemas bucais desencadeados pelo transtorno.

 

Leia também: Prevalência de ansiedade e depressão aumentam em todo o mundo

Compartilhe: