V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Qual o impacto da felicidade no ambiente de trabalho?

O indicador da ONU, Felicidade Interna Bruta, mede o desenvolvimento de uma nação de forma complementar às medidas tradicionais.

às 23h34
Compartilhe:

Por Stefânia Leal e Raquel Passos

Segundo o dicionário, felicidade é a sensação real de satisfação plena; estado de contentamento, de satisfação. A busca pela tão sonhada felicidade é uma constante na vida de muitas pessoas, por isso a Master Coach, escritora e palestrante, Helena Carolina Santos de Lima, foi convidada para palestrar sobre Felicidade Corporativa em live transmitida pelo canal no YouTube da Universidade Tiradentes.

A coach iniciou o encontro virtual falando sobre o Felicidade Interna Bruta – FIB -, um novo indicador da ONU criado como uma forma de complementar as medidas tradicionais como o PIB para medir o desenvolvimento de uma nação.

“Entre os quesitos analisados pelo FIB estão o bem-estar humano, o esgotamento dos recursos da natureza, os cuidados familiares e a utilização do tempo de forma equilibrada. Eu resolvi abordar o FIB nesta oportunidade porque a felicidade é muito importante e está completamente ligada à produtividade “, afirma.

A escritora abordou o impacto da felicidade no ambiente de trabalho e deixou claro que os profissionais são mais produtivos quando são felizes. Fazendo uso de trechos do livro o ‘Jeito  Harvard de ser feliz’, do professor Shawn Achor, para interligar o sucesso profissional à felicidade.

“Primeiro você é feliz, depois você tem sucesso”,  afirma Shawn Achor,  professor famoso da Universidade de Harvard, que escreveu  o livro o Jeito  Harvard de ser feliz. A crença de que o sucesso vem antes da felicidade está incorreta, ninguém chega ao topo sem estar bem.”

Para a palestrante, o caminho para a satisfação profissional começa com uma atitude mental positiva, pois é por meio dela que são proporcionados efeitos significativos no trabalho e na vida pessoal. 

Helena Carolina é graduada em serviço social pela Unit e atuou como professora tutora na Unit durante cinco anos no polo de Carira, mas foi na busca por novos horizontes profissionais que ela encontrou o  Coaching e passou a se autoconhecer de modo mais satisfatório na vida pessoal e profissional.

“Aconteceu que eu comecei a me sentir sem propósito e sem sentido de vida, então foi quando eu comecei a buscar o meu propósito de vida e eu descobri que o nosso propósito de vida não é uma teoria, a gente vai encontrar na prática”, ressalta.

A live Felicidade Corporativa aconteceu no último dia 28 e encontra-se disponível para acesso no canal do YouTube da Universidade Tiradentes. 

Conheça o novo curso Coaching e Mentoring da Unit.

 

Leia mais:

Compartilhe: