V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Segundo idioma pode ser considerado um diferencial para o mercado de trabalho

Para Maria Luísa Teodoro, coordenadora do Unit Carreiras, as principais ofertas de oportunidades profissionais exigem um outro idioma, principalmente o inglês.

às 14h48
Compartilhe:

Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ter um segundo idioma tem se tornado imprescindível, além de ser considerado um diferencial para o mercado de trabalho. Independente da área de atuação, pensar em se aperfeiçoar em uma nova língua traz grandes possibilidades.

“Uma língua estrangeira é fundamental no desenvolvimento acadêmico de qualquer estudante e, quando falamos de mestrado e doutorado, ainda mais. O Inglês é praticamente obrigatório, já que as pesquisas mais atualizadas são publicadas em inglês em portais como Web of Science, Scopus, entre outros. O Espanhol também tem uma relevância significativa quando falamos de Lato Sensu ou Stricto Sensu na América Latina e Península Ibérica”, declara o professor Dr. Artur Campos, coordenador do Unit de Idiomas.

“Hoje, estamos totalmente interligados pela internet, as empresas conectadas e imersas nos processos de globalização, então dominar uma língua estrangeira ajuda, e muito, a conseguir e se destacar no mundo corporativo.  Além disso, os salários de quem domina um idioma de outro país tendem a ser até 40% maiores do que das pessoas que não dominam”, acrescenta.

Como meta, as pessoas fazem planos para estudar um idioma ou concluir o que estava estudando. “Um outro idioma nos movimenta. Isso porque, por exemplo, se preciso fazer uma viagem e tenho outro idioma, tenho autonomia. Quando a gente traz essa realidade para o mercado de trabalho, se configura como um grande diferencial para o currículo”, comenta Maria Luísa Teodoro, coordenadora do setor de colocação profissional e estágio da Universidade Tiradentes (Unit Carreiras).

“Se a gente for pensar nas principais áreas, que vão crescer ainda mais, se os profissionais não se atualizarem estarão fora desse mercado. O segundo idioma se tornou algo tão obrigatório quanto um nível superior”, acrescenta.

Para a especialista, as principais vagas de trabalho já solicitam como pré-requisito, pelo menos, a língua inglesa nível intermediário. “Associar o desenvolvimento da carreira com o desenvolvimento do idioma traz a certeza que esse profissional será muito requisitado no mercado”, frisa.

“Inclusive, quando a gente pensa em planejamento de carreira, precisamos saber onde queremos chegar. Se quer atuar em grandes empresas ou empresas internacionais, dentro das metas, é fundamental que o segundo idioma esteja presente”, completa Maria Luísa.

Unit Idiomas

O Unit Idiomas oferece cursos de línguas com excelência em qualidade e comodidade. Ideal para quem quer incluir um ou mais idiomas em uma meta profissional desenvolvendo conhecimentos nas quatro habilidades da língua (audição, fala, leitura e escrita). Quem se interessa pelo domínio de uma nova língua estrangeira e não sabe por onde começar, o teste de nivelamento é uma excelente ferramenta, disponibilizada gratuitamente pelo Unit Idiomas.

O Unit Idiomas está situado em Aracaju (SE), no campus Unit Farolândia, bloco A, sala 06.

Em caso de dúvidas ou para mais informações, entre em contato: 79 3218-2234 ou e-mail: idiomas@unit.br.

 

Veja também:

Ambiente colaborativo: um novo modelo de trabalho.

Compartilhe: