V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Tiradentes Innovation Center debate inovação em tempos de crise

Tiradentes Innovation Center promoveu mais um evento sobre tendências de mercado em tempos de crise. Pierre Lucena foi o convidado

às 16h24
Compartilhe:

Em continuidade aos debates on-line sobre inovação, tendência de mercado e enfrentamento de crise, o Tiradentes Innovation Center promoveu mais um evento esta semana, por meio do canal tiradentesinnovation.com/live. Dessa vez, o convidado foi o presidente do Porto Digital de Recife, Pierre Lucena.

Intermediada pelo diretor de Inteligência Competitiva e Inovação do Grupo Tiradentes, Domingos Machado, a Live contou com as presenças das professoras Janaína Machado e Vanessa Piasson, as quais realçaram os gargalos profissionais e falaram sobre mercado de trabalho.

Pierre Lucena usou sua experiêcia como presidente do Porto Digital para pontuar a importância de investimentos em educação tecnológica e na escola pública como forma de gerar desenvolvimento e fomentar ambientes de inovação no País.

“O Porto Digital é o maior parque tecnológico do Brasil, temos 11.600 pessoas trabalhando, dez empresas que faturam mais de R$ 50 milhões. Pesquisas apontam que as empresas têm uma perspectiva boa de negócios após a pandemia, o que mostra que há uma expectativa porque somos colocados em um processo de transformação digital forçada e as empresas terão que caminhar para isso”.

Incentivo

Sobre desafios na formação de profissionais, Lucena criticou a falta de políticas de incentivo à ciência e à tecnologia.

“Só 17% dos estudantes estão na área de tecnologia e na área de engenharia. Formamos 46 mil por ano e temos 70 mil vagas, ou seja, temos um apagão de mão de obra. Quando se desiste da área de inovação, estamos desistindo do futuro e passamos por situações como a atual, de não termos uma fábrica para fazer ventilador mecânico”, disse, se referindo ao equipamento utilizado em pacientes da Covid-19.

Lucena falou, ainda, a respeito de modelos educacionais e exemplificou com a suspensão das aulas nas universidades federais, as quais não disponibilizaram a continuidade do calendário de forma on-line.

“A área da educação foi a área que foi pega mais de calça curta, digamos assim. As universidades particulares já praticavam o EAD, mas as Federais estão paradas. As escolas estão em uma situação difícil. O momento é de aprendizado e servirá para criar novos modelos educacionais”.

Porto Digital


Localizado em Recife, o Porto Digital é um dos principais parques tecnológicos e ambientes de inovação do Brasil e um dos representantes da nova economia de Pernambuco.

Sua atuação se dá nos eixos de software e serviços de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e Economia Criativa (EC), com ênfase nos segmentos de games, cine-vídeo-animação, música, fotografia e design. Desde 2015, o Porto Digital também passou a atuar no setor de tecnologias urbanas como área estratégica.

Compartilhe: