V E S T I B U L A R UNIT
MENU

UBS Roberto Paixão oferta acolhimento psicológico à comunidade

Graças à parceria com a Unit, demandas ou múltiplas dores psíquicas de moradores do bairro 17 de Março, assistidos da UBS Roberto Paixão, são atendidas por acadêmicas.

às 22h42
Estudante do 8º período do curso de Psicologia, Gabriele Mendonça Mota
Estudante do 8º período do curso de Psicologia, Gabriele Mendonça Mota
Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Roberto Paixão, no Bairro 17 de Março, Zona Sul de Aracaju. (Foto: André Moreira/PMA/Divulgação)
Gerente da UBS Roberto Paixão, Davi Oliveira
Compartilhe:

Por Ana Dulce Melo e Raquel Passos

A atuação do profissional da Psicologia abrange diversas frentes, dentre elas, a de acolhimento. Assim, acadêmicas do curso de Psicologia da Universidade Tiradentes acolhem as diversas demandas psíquicas ou múltiplas dores psíquicas de moradores do bairro 17 de Março que buscam atendimento na Unidade Básica de Saúde Roberto Paixão, situada na localidade. 

“Transtorno de ansiedade, transtorno do humor, pacientes de alta hospitalar de Covid-19, violência obstétrica, violência doméstica e etc.”, explica a coordenadora operacional do curso de Psicologia da Unit, Angélica Piovesan. 

A estudante do 8º período do curso de Psicologia, Gabriele Mendonça Mota, explica um pouco de sua rotina durante o estágio na UBS Roberto Paixão. “A gente se divide em dois dias de estágio, por conta da pandemia, e atendemos no máximo quatro pacientes por dia. A própria UBS que marca os pacientes nos dias e horários disponíveis, e é onde fazemos a escuta aberta, entendemos o que cada paciente traz e ajudamos a cada um a entender o que está acontecendo também. Cada paciente requer uma atenção específica”, relata.

Para ela, o estágio é fundamental para aprimorar a prática. “Mesmo passando cinco anos na faculdade com aulas teóricas, nada se compara com a prática. Ainda mais na nossa área que é lidando com o outro, com as diferenças de cada indivíduo. Tem me ajudado muito a entender o que vou fazer após estar formada. O estágio está me proporcionando trocar experiência tanto com a minha dupla, Eloah, quanto com o professor Roberto. A cada paciente a gente vai adquirindo experiência e já vai ficando mais confiante no que falar, em como orientar”, explica Gabriele.

Se engana quem não precisa de apoio psicológico durante a vida, dirá num momento tão desafiador como o que a humanidade vivencia com a pandemia da Covid-19.

“Toda a população necessita de um atendimento psicológico, e em especial, nesse momento. O estágio com o professor preceptor Roberto Barreto Góes à frente tem acolhido cada vez mais a nossa comunidade do 17 de Março, que tanto depende dessa UBS. A parceria entre a Unit com a Secretaria Municipal de Saúde é muito rica, foi um fortalecimento muito grande. Só temos a agradecer essa parceria que tem sido ímpar”, declara o gerente da UBS Roberto Paixão, Davi Oliveira.

Estágio Psicologia na UBS Roberto Paixão

Atualmente, as alunas estão em fase de desenvolvimento de grupos terapêuticos sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis – IST. “A realidade da UBS é muito ampla para intervenções, o que torna o estágio bem rico. Ainda que estejamos limitados a realizar esses encontros devido aos protocolos sanitários em combate à Covid-19. Diante de uma possível redução dos casos, a expectativa será realizar grupos com diversas temáticas. Vale ressaltar que as alunas são, a todo momento, acompanhadas pelo preceptor da Unit”, relata Angélica Piovesan.

Leia mais:

Compartilhe: