V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit discute políticas públicas de Educação

Coordenador da Capes reconhece que a disputa pelo fundo público é a grande questão de política educacional no Brasil

às 18h04
O palestrante fala sobre os problemas na Educação
O palestrante fala sobre os problemas na Educação
Professora Simone Amorim, destaca a presença do palestrante convidado
Compartilhe:

Alunos de mestrado e doutorado em Educação, alunos especiais que integram os grupos de pesquisa e estudos da Universidade Tiradentes e demais convidados participaram na tarde da sexta-feira, 16, na sala 24 do bloco F, no Campus Farolândia, de uma conferência proferida pelo professor Romualdo Portela, que destacou os rumos da educação no Brasil.

Ao falar sobre os problemas da educação no Brasil o coordenador da área de Educação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) levantou também uma discussão sobre as alternativas de política existentes atualmente em disputa no Brasil. O palestrante considera que um dos grandes problemas quando o assunto é educação é a questão do financiamento.

“Elencamos um conjunto de metas no Plano Nacional de Educação, previmos recursos para tal, porém, numa situação de crise como a que estamos vivendo esses recursos escasseiam. Portanto, a disputa pelo fundo público é, no fundo, a grande questão de política educacional no Brasil hoje”, afirma o professor.

“O professor Clodoaldo congrega a representação de todos os cursos de pós-graduação em Educação no Brasil. Por conhecer as questões relacionadas e por vivenciar a realidade na área educacional, ele consegue fazer chegar aos nossos dirigentes questões específicas”, ressalta a professora Simone Silveira Amorim.

A coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unit acrescenta que a presença do professor Romualdo Portela é muito importante. “É também o momento em que ele passa a conhecer a nossa instituição, o nosso estado e nosso histórico, podendo assim compreender como funcionam as questões educacionais em Sergipe”, conclui a docente.

 

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: