V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit forma primeira turma de Engenharia de Petróleo no Estado

Sergipe possui agora profissionais graduados e em condições de atuar numa área que se revela em franca expansão em diversos países

às 00h34
Formandos registram o momento ímpar
Formandos registram o momento ímpar
O palestrante fala sobre o cenário profissonal
O formando Cliff recebe das mãos do palestrante Rafael Castro, uma homenagem
Professora Arleide presta homenagem à Isabele Maria Duarte Gonzaga
Compartilhe:

Sergipe possui agora profissionais graduados e em condições de atuar numa área que se revela em franca expansão em diversos países

Cheia de orgulho e com a sensação de deve cumprido! Essa foi a impressão causada pela coordenadora dos cursos de Engenharia Ambiental, Tecnologia de Petróleo e Gás e Engenharia de Petróleo, professora Elayne Emília Santos Souza, desde sua chegada e durante toda a solenidade destinada aos formandos realizada na noite dessa terça-feira, 27, no auditório do Bloco G, no Campus Farolândia.

A docente assegura que o momento é de plena felicidade e lembra que os mercados regional, nacional e mundial requerem esses profissionais. “Conseguir formar uma primeira turma com a qualidade de ensino que conseguimos empreender nesses alunos faz com que a gente tenha a garantia de um serviço de excelência que será prestado por todos, agora profissionais, à sociedade”, comenta a professora Elayne acrescentando que por se tratar da primeira turma formada em Sergipe, o carinho é ainda maior.

São 61 formandos, a maioria deles já inseridos no mercado de trabalho, destaca a diretora de Graduação do Grupo Tiradentes, professora Arleide Barreto, na oportunidade do evento, representando o reitor da Unit, professor Jouberto Uchôa. “A imensa necessidade do mercado de profissionais nessa área, aliada à qualidade do currículo apresentado pelos alunos sempre respaldados pela qualidade do nosso corpo docente e das disciplinas ofertadas, garante a inserção no mercado de trabalho”, afirma a professora Arleide lembrando que muitos dos formandos foram intercambistas em instituições conceituadas mundialmente.

Cliff Iuri de Souza Gonçalves é o exemplo mais clássico da turma! Aos 22 anos, ele recebe o diploma de Engenheiro de Petróleo agregando ao seu currículo experiências como intercambista no México onde permaneceu por seis meses e nos Estados Unidos, lá ficando por um ano e quatro meses graças, segundo ele próprio, o apoio dado pela Unit à sua graduação. E nem bem recebe o título de Engenheiro de Petróleo o jovem sergipano revela ter sido aprovado em dois mestrados, um deles, o de Engenharia de Processos ofertado pela Unit.

Isabele Maria Duarte Gonzaga, também aprovada no mestrado da Unit se diz completamente satisfeita por ter escolhido o curso de Engenharia de Petróleo. “Foi uma decisão acertada, não me arrependo de ter escolhido uma profissão em que o gênero oposto ainda é bastante representativo. Mas o desafio enfrentado me faz ter a certeza a cada dia de que as oportunidades existem sendo necessário apenas que você esteja atento a elas”, afirma.

Ao discorrer sobre o tema “A atividade do Engenheiro de Petróleo e a carência mercadológica”, o professor e Engenheiro Rafael de Castro Oliveira lembrou aos formandos que eles trazem consigo o privilégio da vanguarda profissional. “A carência do mercado faz com que esses jovens ocupem lugares de destaque em empresas de grande porte dentro e fora do Estado”. E não apenas por isso, pondera o mestre! Mas por terem usufruído da qualidade de ensino oferecido pela Universidade Tiradentes.

Fotos – Marcelo Freitas – Acesse aqui e veja mais fotos do evento.

Compartilhe: