V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit no mundo


às 21h31
Doutor Cláudio afirma que é preciso abrir janelas
Doutor Cláudio afirma que é preciso abrir janelas
Alunos demonstram interesse no intercâmbio
Compartilhe:
Doutor Cláudio afirma que é preciso abrir janelas

Doutor Cláudio afirma que é preciso abrir janelas

Dentro da programação da Sempesq, que se encerra na noite desta quinta-feira, 30, um tema em especial atraiu a atenção de alunos e professores. “Ciências sem Fronteiras: panorama e reflexões”, cuja mesa-redonda – que teve como cenário do auditório da Reitoria – reuniu os palestrantes professor doutor James Paul Ito-Adler; professor doutor Alan Biorn Henning Maybury-Lewis ambos do Cambridge Institute for Brazilian Studies e o professor doutor Cláudio de Moura Castro.

O permanente contato que o doutor Cláudio objetiva internacionalizar a Universidade Tiradentes. “Trata-se de uma necessidade premente de todo o ensino superior brasileiro. Não podemos ficar olhando pra dentro. Temos de abrir uma janela pra visualizar o resto do mundo”, justifica o palestrante ao falar sobre o tema para os acadêmicos, acrescentando o que considera passos indispensáveis para a obtenção do sucesso: primeiro, é preciso aprender a trabalhar certo, ou seja, ter uma profissão; segundo, profissionalismo (incluindo ai o conhecimento e os valores da profissão); terceiro, inovação (através da atitude e a convicção de que é possível inovar), e, em quarto lugar, educação. “Sem ela, nada disso acontece”, lembra o doutor Cláudio.

Alunos demonstram interesse no intercâmbio

Alunos demonstram interesse no intercâmbio

A busca do jovem pela internacionalização do conhecimento demonstra que a aldeia em que ele vive não representa mais uma ilha isolada. Nesse sentido, o doutor Cláudio afirma que se o indivíduo está num ambiente que precisa crescer a falta de possibilidades e de visão do que acontece além do seu ambiente de sobrevivência pode ser fatal. “As pessoas que inovam são cultas porque viram mais adiante. Portanto, viajar para o exterior e ter acesso a uma boa universidade é uma maneira privilegiada de conseguir isso”, conclui o doutor Cláudio.

Foto – Marcelo Freitas

Compartilhe: