V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit promove congresso de Educação Física

Evento adquire dimensão internacional e reafirma a possibilidade de se tornar cada vez mais interdisciplinar

às 01h07
Dr. Francisco Sobral demonstra preocupação com a crescimento do fitness
Dr. Francisco Sobral demonstra preocupação com a crescimento do fitness
O coordenador do curso abre os trabalhos
O terraço da Biblioteca Central recebeu alunos, professores e palestrantes
Compartilhe:

Com o tema voltado para despertar na comunidade acadêmica o interesse permanente por alternativas que possibilitem uma melhor qualidade de vida do cidadão através da atividade física, a coordenação do curso de Educação Física da Unit deu início na manhã desta quinta-feira, 17, ao 11º Congresso e ao 1º Congresso Internacional de Atividade Física e Saúde.

A solenidade oficial de abertura do Congresso ocorrida às 20 horas teve como cenário de realização o terraço da Biblioteca Central, no Campus Farolândia, oportunidade em que o palestrante convidado, professor doutor Francisco Sobral discorreu sobre o tema “Exercício, Saúde e Cultura de Fitness – Realidade e Mitologia.

Ph.D. com inúmeras pesquisas desenvolvidas no Instituto Superior Dom Afonso III, em Portugal, instituição de ensino privado onde leciona, o conferencista convidado falou sobre a perspectiva crítica do fitness, tipo de movimento que vem dominando o Brasil nos últimos anos e que, segundo ele, merece especial atenção porque se constitui uma indústria. E uma vez avaliada sob a ótica mercantilista instiga interesses diversos, muitas vezes descompromissados com a ética.

“Creio que é importante alertar às pessoas, especialmente quem escolheu a Educação Física que deem a esta atividade um sentido profissional, social e cultural”, alerta o palestrante salientando que os comportamentos de exercício não são todos bons. “É preciso tomar cuidado e saber como essas atividades são produzidas, sempre sob uma perspectiva técnica. E do ponto de vista profissional é preciso que o êxito da atividade chamada fitness não ponha em risco outras áreas já consolidadas”, alerta o palestrante salientando que há países da Europa em que os alunos já não aceitam a Educação Física em detrimento do fitness.

Para o coordenador do curso, professor Sílvio Holanda Gusmão, a presença de conferencistas internacionais consolida a atual versão do evento e reforça a perspectiva de que na próxima edição o congresso ocorra de forma integrada com outras graduações. “Esse ano o congresso contempla a licenciatura e o bacharelado, além de alcançar dimensão internacional. Pretendemos reunir todos os cursos da área da saúde, porque cada vez mais a interdisciplinaridade é indispensável a qualquer profissão. O aluno não pode concluir uma graduação obtendo apenas uma visão do que ele pensa que possa ser o mercado de trabalho”, salienta o professor Sílvio.

Outro aspecto que o coordenador do curso de Educação Física considera relevante é que, pela primeira vez, estão inscritos para apresentações orais e em banners, 245 trabalhos. Alguns deles de estudantes da Bahia, Pernambuco, Pará, Alagoas, Santa Catariana, Rio de Janeiro, Paraguai e Uruguai.

“A Unit já vem há mais de uma década um evento que simboliza um espaço de discussão e aprendizagem no qual o aluno tem a oportunidade de vislumbrar as questões da Educação física e a troca de experiência com os demais colegas”, afirma o presidente da Seccional Sergipe do Conselho Regional de Educação Física, Gilson Dória.

O professor Estelio Dantas, por sua vez, destaca o envolvimento dos professores e alunos para a realização do Congresso. “Temos um volume de trabalhos científicos inscritos muito significativo. Além desse interesse acadêmico, o evento adquire uma dimensão internacional porque conta com as presenças de palestrantes do Paraguai e Portugal, além de Estados da Federação como o Rio de Janeiro”, justifica o professor Estélio Dantas.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: