V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit promove seminário sobre corrosão


às 19h10
André Guimarães de Oliveira fala sobre corrosão
André Guimarães de Oliveira fala sobre corrosão
A comunidade científica estuda o fenômeno
Compartilhe:
André Guimarães de Oliveira fala sobre corrosão

André Guimarães de Oliveira fala sobre corrosão

Acontece nesta quarta-feira, 15, na sala 4 do Bloco F do Campus Farolândia, o II Seminário de Eletroquímica do Estado de Sergipe. O evento que tem como tema “Corrosão: princípios e técnicas de análise” é destinado a professores, alunos de pós-graduação e de graduação da Unit, UFS, Universidade Federal de Alagoas – Ufal –, além dos Institutos Federal de Sergipe – IFS – e Federal da Bahia – IFBA.

Na concepção do ministrante, André Guimarães de Oliveira, técnico da Metrohm-Pensalab e mestre em Química pela USP, o seminário aborda fenômenos de corrosão com enfoque em sistemas eletroquímicos. Além dos aspectos André apresentou aos 75 inscritos as principais técnicas eletroquímicas para avaliação da corrosão conduzindo os participantes ao final da sua fala a uma experiência realizada em laboratório.

Aos discorrer sobre o tema, o palestrante que é graduado em Química com Atribuições Tecnológicas e Biotecnológicas, também pela USP, associa a corrosão às técnicas eletroquímicas que podem ser aplicadas para avalição e medidas de combate. “Discutimos desde os aspectos teóricos da corrosão, a forma como ela acontece em seus aspectos mais fundamentais, até as técnicas aplicadas para medidas como taxa de corrosão, para verificar se o material é mais ou menos resistente à corrosão na tentativa de absorver todo tipo de informações que podemos obter com essas técnicas”, diz o palestrante.

A comunidade científica estuda o fenômeno

A comunidade científica estuda o fenômeno

O professor doutor Giancarlo Richard Salazar Banda, do Mestrado em Engenharia de Processos da Unit e do Laboratório de Eletroquímica e Nanotecnologia/ITP lembra que o evento cresceu consideravelmente já na segunda edição abrangendo, inclusive, IES interestaduais.  “Esse tema desperta grande interesse, de maneira especial aqui no Estado”, lembra o professor.

Para a professora doutora Eliane Bezerra Cavalcanti do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Processos da Unit, coordenadora do Laboratório de Tratamento de Resíduos e Efluentes/ ITP a discussão sobre o tema Corrosão é muito importante porque representa um grande problema para as grandes e pequenas empresas em razão da pequena quantidade de profissionais especializados. “A Petrobrás precisa desse tipo de pesquisa mais aprofundada na região”, diz, exemplificando. A docente finaliza lembrando que se trata de um curso com aplicabilidade de técnicas par ao estudo do fenômeno.

Fotos – Marcelo Freitas

Compartilhe: