V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Unit tem o melhor curso de Direito de Sergipe

Responsável por mais da metade das aprovações no último Exame da OAB em Sergipe, Universidade Tiradentes comprova qualidade do seu corpo docente, infraestrutura e projetos que aproximam o aluno da prática jurídica

às 23h03
Compartilhe:

Exame OAB AprovadosA Universidade Tiradentes, sozinha, aprova mais alunos de Direito nos exames nacionais da Ordem dos Advogados do Brasil, do que todas as outras instituições de ensino superior sergipanas juntas. No último exame da OAB, por exemplo, os estudantes da Unit representaram 54% dos aprovados, contra 46% da concorrência.

“Este resultado atesta, sobretudo, a excelência do nosso corpo docente.  O nosso percentual de mestres e doutores já é de mais de 70%, com profissionais não só acadêmicos, como de experiência profissional na magistratura, defensoria pública, ministério público e na advocacia em geral”, avalia o coordenador do curso de Direito em Aracaju, professor Eduardo Macêdo.

Segundo o gestor acadêmico, a estrutura física da Universidade Tiradentes também facilita o aprendizado dos alunos. “Temos uma das maiores bibliotecas do Nordeste, totalmente informatizada e com vasto acervo, além de laboratórios de simulação de práticas reais, a exemplo como o Escritório Modelo de Assistência Judiciária”, comenta Eduardo.

De janeiro a novembro de 2013, os estudantes da Unit atenderam a mais de 1.300 pessoas no Escritório Modelo. São cidadãos que não dispõem de condições financeiras para contratar os serviços de um advogado, e encontram na Tiradentes uma oportunidade de ter o seu processo judicial acompanhado gratuitamente, do início ao final. “Fizemos aproximadamente 300 audiências e elaboramos mais de duas mil peças”, ressalta Macêdo.

Outras ações extensionistas como o Projeto Reformatório despertam nos acadêmicos de Direito da Unit a consciência quanto às distorções no Sistema Penitenciário de Sergipe. Orientados por professores e defensores públicos, os alunos propõem soluções jurídicas para um sistema onde a superpopulação carcerária dificulta as tentativas de ressocialização.

“O encurtamento do tempo de prisão por meio dos benefícios previstos na Lei de Execução Penal, como Livramento Condicional, Progressão de Regime, Soma e Unificação de Penas, Saída Temporária, Remissão, Indulto e Comutação, são formas de atuação a que o Projeto Reformatório se propõe. Através de visitas periódicas aos diversos presídios do Estado e requerimento de benefícios juntamente a Defensoria Pública do Estado, faz-se a inserção da atividade acadêmica e científica na resolução dos problemas das comunidades menos privilegiadas”, afirma o professor e delegado de polícia Ronaldo Marinho, coordenador do Reformatório.

CARREIRAS PÚBLICAS

Além de preparar profissionais para a iniciativa privada, a matriz curricular do curso de Direito da Universidade Tiradentes atende a uma vocação dos estudantes para as carreiras públicas. “A nossa matriz é o resultado de um trabalho de dois anos, baseado em uma pesquisa que apontou o trabalho na magistratura, Ministério Público, Defensoria Pública entre outros espaços públicos como o maior interesse do nosso corpo discente”, garante o professor Eduardo Macêdo.

Compartilhe: