V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Aprendizagem online, futuro presente

O uso dos MOOCs na graduação

às 14h19
Anant Agarwal CEO da EDX -  Empresa sem fins lucrativos fundada por Harvard e Massachusetts Institute of Technology para oferecer cursos online
Anant Agarwal CEO da EDX - Empresa sem fins lucrativos fundada por Harvard e Massachusetts Institute of Technology para oferecer cursos online
Compartilhe:

A educação a distância tem caminhado a passos largos e isso não é novidade, mas o que circula ao redor dessa afirmação é o uso dos MOOCs, cursos livres e aplicados em grande escala, disponibilizados gratuitamente ou com baixo custo por plataformas de aprendizagem online ou ambientes virtuais de aprendizagem – AVA. Para muitos pesquisadores podem ser o futuro do ensino superior. Outros afirmam que é possível somar conhecimento, mas os cursos não podem ser encarados como graduação.

Esse segundo pensamento é o que defende o diretor da Associação Brasileira de Educação a distância – Abed -, Luciano Shatler. “Os MOOCs se constituem como um modelo interessante para determinadas funções principalmente em locais que não proporcionam acesso a educação”. Segundo ele, devido à maioria dos MOOCs não possuir interação com o professor, se assemelha a um material de editora, não a uma instituição. “No entanto, tem um papel a desempenhar. Dentro de uma lógica de formação continuada e recursos abertos ele pode ser interessante”, explica.

Em entrevista a Revista Forbes, o presidente da EDX (empresa sem fins lucrativos, desenvolvida por Harvard e Massachusetts Institute of Technology, com o objetivo de oferecer cursos online), Anant Agarwal fala sobre o futuro da aprendizagem online. “É preciso democratizar e reimaginar a educação para que qualquer pessoa, em qualquer lugar, independentemente da sua condição social ou de renda, tenha acesso à educação”, explica o executivo da EDX .

Segundo a Forbes, Anant Agarwal ensinou o primeiro curso EDX em circuitos e eletrônica do MIT, que atraiu 155 mil estudantes de 162 países.  Isso mostra o poder dos cursos livres em conhecimento e alcance de pessoas. É possível que esses cursos sirvam de apoio à graduação e revelem dados para embasamento de mais pesquisas sobre a educação e como as pessoas aprendem.

Com uma proposta diferente de aprendizagem a distância, os cursos livres possuem uma peculiaridade, a possibilidade de o aluno usufruir do conhecimento sem nenhum pré-requisito.  O que fica em evidencia é o desejo de aprender que esse aluno possui e para o professor Anant, “agora existe a oportunidade de explorar a informação e melhorar a aprendizagem online e no campus”, conclui.

Veja mais sobre a matéria no texto da Forbes.

 

 

Compartilhe: