V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Realizar um curso a distância é preferência entre estudantes

O Censo de Educação Superior diz que essa é a modalidade preferida de 53% dos estudantes do ensino superior no Brasil

às 12h59
Foto: Freepik
Foto: Freepik
Compartilhe:

Por possuir inúmeras vantagens como poder estudar em casa com horário flexível, economizar no transporte e ainda pagar mensalidades mais acessíveis, a Educação a Distância (EAD) tem se mostrado a preferida entre 53% dos estudantes segundo o Censo de Educação Superior de 2020, divulgado em fevereiro deste ano.

Nos últimos 10 anos, o índice de alunos ingressantes na graduação EAD aumentou 428,2% de acordo com o Censo. As estudantes do 4º período do curso de Design de Interiores da Universidade Tiradentes (Unit) em Sergipe, Rebeca Gonçalves e Amanda Nascimento, desfrutam do sentimento de serem protagonistas do próprio aprendizado. 

Cursando a primeira graduação, ambas encontraram no EAD da Unit a experiência ideal de ingressar em uma modalidade de ensino que cresce cada vez mais. “Essa modalidade traz mais flexibilidade para o estudante, ao mesmo tempo que tem contato com uma tutora que auxilia bem os alunos, tira as dúvidas e nos ajuda”, pontua Rebeca, que ainda ressalta a autonomia a facilidade de acesso aos materiais didáticos que o EAD da Unit proporciona. 

Mesmo ainda se adaptando à vida de universitária, Amanda não pretende estudar presencialmente. Ela ingressou no EAD inicialmente por causa da pandemia, mas hoje em dia enxerga outras vantagens no modelo de ensino. “Praticidade de poder estudar em casa ou em outro qualquer lugar, além do constante apoio e incentivo que a Unit oferece aos estudantes, principalmente com iniciativas que ajudam na imersão no mercado de trabalho, como, cursos extras, palestras, seminários, feiras, exposições e eventos”, opina Amanda. 

Até 2020, ano do último Censo da Educação Superior, existiam 2.457 instituições de ensino superior no Brasil, das quais 2.153 (87,6%) eram privadas e 304 (12,4%) públicas. Nesse contexto, a oferta de vagas no EAD também aumentou impulsionada pela credibilidade dos cursos à distância, implicando em um aumento de 30% (13,5 milhões) em relação a 2019, enquanto os cursos presenciais em todo ensino superior avançaram 1,3%.

“O crescimento do EAD vem de uma conjuntura de fatores, a pandemia acelerou esse processo, mas é um movimento que já vinha ganhando força. O acesso à tecnologia, as metodologias cada vez mais focando na experiência do aluno e uma formação com foco no mercado de trabalho, alinhada às demandas atuais são alguns desses fatores, além do valor mais acessível, que possibilita a milhares de pessoas realizarem um sonho que antes era distante”, avalia a coordenadora do polo da Unit EAD em Arapiraca/AL, Daniele Paulino.

Experiente à frente de diversas turmas do EAD, Daniele enxerga o potencial dessa modalidade pela viabilidade econômica e economia de tempo proporcionada. “A modalidade EAD é imprescindível para a democratização do acesso ao ensino superior. Além do valor acessível, na Universidade Tiradentes ainda contamos com programas como ProUni, com bolsas de 50% e 100%. É uma contribuição imensa ao desenvolvimento das cidades em que o Grupo Tiradentes está inserido”, explica a coordenadora.

Leia também: Curso de Estética e Cosmética realiza evento online sobre cuidados faciais

Compartilhe: