V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Dietas que prometem emagrecimento rápido podem causar prejuízos à saúde

Produtos, dietas ou programas de treinamento afirmam o que muitas mulheres desejam, porém, seus métodos podem causar danos irreversíveis

às 18h07
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Compartilhe:

Promessas de emagrecimento rápido, principalmente durante o verão, pipocam nas redes sociais e em propagandas na internet. Algumas delas também podem chegar por meio de médicos ou recomendações de conhecidos e geralmente indicam produtos naturais, dietas específicas ou programas de treinamento e afirmam o que muitas mulheres desejam: emagrecer de forma quase instantânea.

Porém, o sonho do corpo esteticamente perfeito pode acabar causando problemas irreversíveis. Foi o caso da enfermeira Mara Abreu, que tomou cápsulas de um chá emagrecedor e morreu no último dia 3, após complicações de um transplante de fígado no Hospital das Clínicas, em São Paulo. De acordo com a suspeita dos médicos, a hepatite fulminante, doença que acometeu Mara, foi causada pelo consumo de um chá em cápsulas que mistura 50 ervas diferentes. 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nota recente e alertou que os produtos com a marca “50 Ervas Emagrecedor” estão proibidos no país desde 2020. Porém, os produtos ainda são vendidos livremente em sites na internet, onde muitos também incentivam dietas restritivas, shakes, procedimentos médicos e remédios sem prescrição médica. No que se diz respeito às dietas, nutricionistas alertam que nos cardápios alimentares indicados por pessoas que não são da área, poderá não haver nutrientes suficientes para o organismo e isso tende a acarretar sérios problemas à saúde. 

O tema também foi colocado em pauta através do reality show ‘Big Brother Brasil’ por conta do comportamento de alguns participantes na casa e endossa o debate sobre os riscos associados à excessiva preocupação com o que se come. De acordo com especialistas na área, a pressão estética, relacionada à cobrança social para que as pessoas se adequem a todo custo, aos padrões de beleza, é um fator a ser considerado e que pode contribuir para o desenvolvimento de transtornos como a bulimia, a anorexia, compulsão alimentar e comportamentos evitativos. 

A recomendação, nesses casos, é a mesma: é preciso ter em mente que o conceito da dieta deve estar associado à ideia de reeducação alimentar, associada ao exercício físico para que tenha uma vida mais saudável. Eles alertam que dietas que afirmam que reduzem a alimentação, eliminando totalmente um nutriente específico como carboidratos, proteínas e gordura, que promete emagrecimento considerável em dias ou semanas, que também garante que durante a dieta não é necessário realizar exercícios físicos, que apresenta uma lista do que não se deve comer e que promete o desaparecimento ou diminuição de gorduras localizadas, precisam ser analisadas com cuidado. O importante também é sempre ter o acompanhamento de um profissional graduado em áreas específicas como Nutrição e Educação Física para garantir um emagrecimento saudável e adequado. 

Leia Mais: Existe nutrição sem prescrição de dietas?

 

Compartilhe: