V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Estudantes de Enfermagem da Unit orientam sobre o autoteste do HIV

Os acadêmicos, divididos em grupos, visitaram departamentos da Unit como a reitoria e biblioteca, além do minishopping do Campus Aracaju Farolândia. 

às 21h19
Compartilhe:

Desde 2015, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa – regulamentou o autoteste para HIV no Brasil, de acordo com a Resolução RDC nº 52, publicada no Diário Oficial da União. Distribuído pelo Ministério da Saúde, a Organização Mundial de Saúde recomenda a utilização do autoteste como uma ferramenta para ampliação do diagnóstico da infecção pelo HIV.

Na Universidade Tiradentes, acadêmicos do 8º período do curso de Enfermagem, da disciplina Saúde Comunitária II, visitaram diversos setores da Unit, entre eles a reitoria e a biblioteca, além do minishopping do Campus Aracaju Farolândia para divulgar e orientar os colaboradores sobre o autoteste do HIV e formas de prevenção.

“Está sendo muito legal. Estamos tendo oportunidade de conhecer e orientar as pessoas, queremos prevenir”, declara a acadêmica do curso, Bruna Ribeiro.

Jenifer Souza, também estudante do curso, destaca a importância da ação. “A iniciativa serve para ampliar a discussão sobre o tema e quebrar tabu. É gratificante saber que estamos ajudando as pessoas com esses cuidados. Graças a Deus o SUS tem demonstrado sua riqueza. É muito mais fácil identificar um HIV do que tratar AIDS”, salienta.

Segundo o Ministério da Saúde, os resultados isolados do autoteste não podem ser utilizados para o diagnóstico definitivo. Caso o resultado seja reagente (positivo), é importante procurar um serviço de saúde para testes complementares.

Com informações do Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis do Ministério da Saúde. 

 

Leia também:

Empreendedorismo amplia campo de atuação da Enfermagem

Egressa da Unit destaca experiência com a mobilidade acadêmica

Compartilhe: