V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Tribulus terrestris e albumina: saiba qual o melhor suplemento

Os suplementos naturais são alternativas recomendadas para suprir as deficiências causadas pela correria do cotidiano.

às 12h00
Imagem: Freepik
Imagem: Freepik
Egressa do curso de Farmácia da Unit, Luzimara de Oliveira
Compartilhe:

Os suplementos naturais são usados para melhorar o desempenho do corpo. Adeptos a um estilo de vida saudável, que combinam exercícios físicos e boa alimentação, optam pelos suplementos naturais como a tribulus terrestris e albumina. 

Para entender melhor a funcionalidade desses suplementos, a farmacêutica egressa do curso de Farmácia da Universidade Tiradentes (Unit), Luzimara de Oliveira, conta que deve existir cuidado na ingestão desses ativos. “Os suplementos naturais são alternativas recomendadas para suprir as deficiências causadas pela correria do cotidiano. Sendo um complemento alimentar e não a substituição de uma refeição”.

O tribulus terrestris, por exemplo, é extraído de uma erva natural, que contém propriedades relacionadas à saúde sexual. Quando utilizado da maneira correta consegue proporcionar benefícios para a saúde e o bem-estar para o organismo humano.

De acordo com Luzimara, é muito utilizado para o ganho de músculos. “O tribulus é um fitoterápico usado há muito tempo pelas medicinas indiana e chinesa. Anteriormente era considerado como suplemento alimentar e vendido livremente, até que em fevereiro de 2021, os produtos à base da planta passaram a ter sua venda restrita devido a uma nova resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O tribulus foi classificado como medicamento fitoterápico, podendo ser vendido apenas por indústrias com registro ou farmácias de manipulação, com prescrição médica ou nutricional com especialidade em fitoterapia”. 

Já a albumina é uma proteína da família da globulinas e apresenta funções biológicas importantes. É a principal proteína do sangue do ser humano e. Ela é encontrada em diversos alimentos de origem animal, além de estar presente também em raízes de algumas plantas. 

“O suplemento de albumina serve como um aliado no ganho de massa muscular.Além disso, ele também pode contribuir para a perda de peso porque ela possui proteínas de alto valor biológico que ajudam a reparar os músculos que sofreram microlesões devido à prática de exercícios. Esses músculos são reparados e ficam maiores e mais fortes”, explica. 

Uso do tribulus terrestris e albumina

A farmacêutica explica que o suplemento de albumina só pode ser ingerido após a orientação de um médico especialista ou de um nutricionista. “Geralmente a albumina é orientada para pessoas que praticam atividades físicas. Gestantes, lactantes e pessoas com alergia ao ovo devem evitar o consumo do suplemento. Pessoas com problemas no intestino também devem tomar cuidado com o consumo, devido ao fato do suplemento favorecer flatulências. Pessoas que têm problemas renais também devem tomar cuidado, pois o excesso de proteína pode sobrecarregar os rins”. 

O uso em excesso ou por tempo prolongado do tribulus, também podem apresentar problemas e complicações à saúde. “Em mulheres, a tribulus terrestris em níveis exagerados pode causar o aumento do clitóris, alterações indesejadas no ciclo menstrual, aparição de acnes, aumento dos pelos e infertilidade. A erva daninha não é indicada também para mulheres grávidas, lactantes, crianças e pessoas com síndromes de androginia”, aponta.

Já em pacientes do sexo masculino que utilizem a erva daninha em quantidades acima do recomendado pelos médicos, podem surgir consequências severas, como o câncer de próstata ou câncer de testículo. Também são previstas pioras nestes dois quadros quando o homem consome a erva daninha durante o tratamento contra o câncer.

Todo suplemento alimentar deve ter acompanhamento médico e nutricional para assegurar que a ingestão seja a correta e segura. “Além do uso desses suplementos, as pessoas que procuram ter uma melhora estética e na saúde devem manter um estilo de vida mais alinhado. Mas para que isto ocorra é preciso treinar regularmente, não se trata de uma cápsula mágica”, pontua a farmacêutica. 

Leia mais: Saiba quais são os benefícios da prática regular de atividades físicas

Compartilhe: