V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Empresas valorizam funcionários que se autogerenciam

A expectativa das empresas é de que os funcionários tomem a iniciativa de seu próprio desenvolvimento profissional

às 15h01
O autogerenciamento está ligado à capacidade de conhecer e gerenciar a si próprio, buscando metas para a própria ascensão na carreira (StockSnap)
O autogerenciamento está ligado à capacidade de conhecer e gerenciar a si próprio, buscando metas para a própria ascensão na carreira (StockSnap)
Compartilhe:

A capacidade de gerenciar a si próprio, em busca de melhorias e desenvolvimento pessoal e profissional, está na essência do conceito de autogerenciamento. Esta é uma característica muito empregada por profissionais autônomos, mas cada vez mais valorizada nas empresas, sendo que muitas delas fornecem ferramentas para orientar e envolver os funcionários nesses processos.

Estes incentivos são dados pelos gestores, com o objetivo de estimular e motivar os empregados a buscarem o aprimoramento na área em que já atuam, mas também em segmentos voltados para saúde e previdência. A iniciativa, no entanto, deve partir do próprio funcionário, que irá definir de forma autônoma os objetivos e metas em relação à própria carreira. 

O que se busca é o maior comprometimento dos profissionais com a empresa, sem que seja preciso dar uma ordem direta para a realização das ações. Desta forma, os líderes podem se ocupar de ações mais estratégicas dentro da empresa. Logo, é preciso conscientizar os colaboradores para atuar de forma mais proativa. Este é um método que vale inclusive para quem já ocupa altos cargos.

Vantagens

Quem busca mais autonomia no trabalho e maior satisfação profissional precisa do autogerenciamento, pois isso permite um maior poder sobre a própria carreira e a conquista de metas. Colocar em prática esta ferramenta é importante, mas exigirá disciplina para que a busca pelo desenvolvimento não comprometa a qualidade do trabalho.

Autogerenciamento precisa ser sinônimo de autoconhecimento. Saber lidar com o tempo é fundamental, bem como conhecer os próprios pontos fortes e fracos e assim direcionar os esforços de acordo com as competências que possui. Isso inclui ainda a identificação e regulação dos comportamentos negativos ou a busca de auxílio para lidar com suas consequências.

A autogerência auxilia a tornar o profissional mais produtivo e mais qualificado, capaz de se organizar para cumprir prazos sem a necessidade da cobrança direta de seu gestor. Significa tomar as rédeas do controle da sua própria carreira, ao conhecer as técnicas da metodologia e colocá-las em prática no dia a dia. 

Na autogerência, cada um dita o ritmo da sua atuação e desenvolvimento profissional. Por isso, uma atitude mais proativa vai auxiliar também no aproveitamento das oportunidades e na automotivação para conquistar os resultados desejados. O importante é ter consciência de quais são estes objetivos. 

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: