V E S T I B U L A R UNIT
MENU

Nutrição estética cresce junto com o mercado da beleza

Nutricosméticos como suplementos, superfoods e nutracêuticos ganham espaço nas indústrias farmacêutica, cosmética e alimentícia

às 16h35
O desenvolvimento de produtos com substâncias que melhoram a saúde da pelesão exemplo da Nutrição aliada à Estética (Unsplash)
O desenvolvimento de produtos com substâncias que melhoram a saúde da pelesão exemplo da Nutrição aliada à Estética (Unsplash)
Compartilhe:

O contínuo crescimento do chamado “mercado da beleza” no Brasil tem impulsionado também a área de Nutrição Estética, uma especialidade cada vez mais buscada. Segundo a Sociedade Brasileira de Nutrição em Estética (SBNE), mais de 20 mil nutricionistas estão atuando na área, com previsão de aumento nesses números nos próximos anos, tendo em vista que o país é um dos maiores consumidores de cosméticos no mundo.

Já foi amplamente demonstrado nos últimos 20 anos que a prevenção e os tratamentos de algumas doenças estão associados ao consumo de alguns nutrientes, como fibras e cálcio. Com isso, é crescente o interesse do consumidor por esses produtos, bem como dos profissionais que podem atuar orientando e prescrevendo a sua utilização. 

Nutricosméticos

São produtos formulados para melhorar a aparência estética da pele, cabelo, silhueta e unhas. Os suplementos, superfoods e nutracêuticos, conhecidos como nutricosméticos, com foco na nutrição estética, ganham cada vez mais espaço nas indústrias farmacêutica, cosmética e alimentícia. São administrados por via oral e não devem substituir uma alimentação saudável e balanceada.

Cada vez mais prescritos por oferecer uma diversidade de opções, prometem os mais variados benefícios. Na forma de cápsulas ou de alimentos como barras, sucos ou sopas, podem contribuir na hidratação, na redução de celulite, em processos de redução de peso, para retardar o envelhecimento, entre outras funcionalidades. 

Entre os mais prescritos estão Colágeno, Whey Protein, Ômega-3 e Vitamina D, além de Glutamina, Morosil e Probióticos, que são produtos com origem vegetal, como a Proteína de Ervilha e o Óleo de Pequi. Eles são utilizados por pessoas que buscam alternativas com valor nutricional, clínico e estético para prevenir o envelhecimento, assim como outras características que são tratadas dentro da nutrição estética.

De dentro para fora

O conceito de beleza de dentro para fora entende que é através da saúde interna que a beleza se exterioriza, como reflexo dos bons resultados da nutrição. A partir dessa ideia, é possível substituir procedimentos mais invasivos, por tratamentos via oral e que prometem respostas rápidas. 

O envelhecimento cutâneo é uma das principais preocupações levadas ao nutricionista que lida com a estética. As mulheres são o principal público desse segmento. A nutrição pode ser uma grande aliada neste sentido, auxiliando no controle dos danos causados à estrutura da pele devido ao estilo de vida de cada pessoa.  

O profissional de Nutrição que queira se dedicar a esta área terá que se especializar em estética, ampliando seu campo de atuação. Em seu trabalho poderá aliar ao plano alimentar de cada paciente, fórmulas individualizadas, com prescrição de suplementos e indicação de nutricosméticos. Trata-se de um segmento em crescimento no país, que permite ao profissional de nutrição proporcionar autoestima ao mesmo tempo em que previne doenças em seus pacientes.

Asscom | Grupo Tiradentes

Compartilhe: